Andrei Barros Correia

Andrei Barros Correia

22p

2 comments posted · 0 followers · following 0

11 years ago @ Viomundo - O que voc&e... - O Brasil perdeu. Viva ... · 0 replies · +1 points

A coisa segue o roteiro habitual. Faço um tremendo esforço para não me irritar demais com isso.

Que haja responsáveis por erros é uma coisa. Que se parta para o linchamento, com o dedo acusador em riste, e a ameaça das penas infamantes é massificado demais.

Esse grande banquete de cegos e surdos que somos nós devíamos lembrar que já se perdeu mais estupidamente, mas o perdedor era da máfia.

Zagalo, por exemplo, aquele presunçoso insuportável, perdeu o mundial de 74 da forma mais hedionda possível. Fazia quatro anos que o Ajax e o Feirhnord jogavam um futebol revolucionário e ninguém tinha avisado Zagalo, que também não se tinha ocupado de procurar saber.

Nada obstante, por ser da máfia, voltou outras vezes, coadjuvando Parreira – que pelo menos entende de tática – e tem a ficha limpa.

Em 90, perdeu-se jogando o futebol mais feio da história. Nem por isso enforcaram-se o técnico e os jogadores em praça pública.

Lembro-me – esse negócio de ter memória é terrível – que Lazaroni era um modelinho de simpatia, fazia uma propaganda ridícula da Fiat, durante o mundial. Memorável a patetice, dizia: Io sonno Lazaroni, l´entrennatore della esquadra brasilianna! . Perdeu, jogou feio, mas, enfim, era um deles.

Dunga abriu mão de um jogador excepcional, o Ronaldo Gaúcho. Isso foi estúpido. Abriu mão dos jogadores do Santos, o que foi também estúpido, mas esse tipo de estupidez é recorrente.

Terrível é que o linchamento dele vai ser maior que o de outros que fizeram as mesmas besteiras. Por isso, acho que devíamos pleitear igualdade na iniquidade.

11 years ago @ Viomundo - O que voc&e... - Saramago, na tradiçã... · 1 reply · +2 points

A comparação com Sartre não é auspiciosa para Saramago. Sartre era o engajado vaidoso disposto a esmagar quem não lhe tecesse loas, quem não professasse o mesmo pensamento dele.

Saramago foi uma figura muitas vezes mais lúcida que Sartre.