Guilherme Macedo

Guilherme Macedo

80p

311 comments posted · 1 followers · following 0

271 weeks ago @ Kotaku Brasil - Para q... - Governo cubano encerra... · 0 replies · +1 points

Ditadores.

Se fosse igual aos comunistas/socialistas nórdicos, que reformaram as Constituições daqueles países e fizeram o que eles são, poderíamos até comprar um PS4 a vista :)

274 weeks ago @ Kotaku Brasil - Para q... - Eis a prova de que o N... · 0 replies · +4 points

Micro-ondas usa radiação eletromagnética, radiação não-ionizante.

274 weeks ago @ Kotaku Brasil - Para q... - Eis a prova de que o N... · 0 replies · +13 points

Ou pode ver por outro lado. Gastou recurso natural não-renovável da Terra. Temos todo direito de criticar.

275 weeks ago @ Kotaku Brasil - Para q... - Veja o Steam Controlle... · 7 replies · +36 points

Pq???
O que mostra no vídeo é que ele serve perfeitamente para esses jogos, não que não serve pra outro. O Objetivo é mostrar o que os outros controles não fazem. Em momento algum dá pra concluir que não vá servir pra outros jogos.

280 weeks ago @ Kotaku Brasil - Para q... - Não dá pra ter medo ... · 0 replies · +4 points

Emulador

280 weeks ago @ Kotaku Brasil - Para q... - Após reclamações, D... · 0 replies · +2 points

Então, é justamente isso. A crítica com em relação à banalização e ela foi muito bem vinda pq os produtores puderam esclarecer e até melhorar a cena.

Mas complementando com o cinema também, é a mesma coisa com a obra de Pedro Almodóvar, "O Matador". A crítica da época era em relação ao estupro ser banal e justificado. Tinha cena até que a argumentação era "ele [o estuprador] é bonito, então tem certeza que quer dar queixa?". Até a vítima fazia pouco caso, pois "era só um estupro".

Mas como podemos ver os comentários, muitos não entenderam o episódio e nem mesmo o que disse (e provavelmente nem vão entender o que vc falou).

280 weeks ago @ Kotaku Brasil - Para q... - Após reclamações, D... · 0 replies · +3 points

Vc não entendeu a crítica e não entendeu p que falei.

280 weeks ago @ Kotaku Brasil - Para q... - Após reclamações, D... · 2 replies · +4 points

Abuso é uma coisa. Liberdade sexual e profissional é outra.
Mulheres e homens tem o direito de fazer o que bem entendem. A profissão é prostituta, dançarina e outras do gênero são profissões como outra qualquer e devem ser respeitadas. O que deve ser coibido é a exploração, que nada tem a ver com a profissão.

280 weeks ago @ Kotaku Brasil - Para q... - Após reclamações, D... · 5 replies · +8 points

Estupro é algo gravíssimo. Umas das piores violências que se pode fazer contra o ser humano. Quem viu a cena e colocou no contexto do jogo criticou por receio do jogo parecer fazer o estupro algo normal e corriqueiro, banalizado.
A crítica então é muito bem vinda, pois fez a produtora repensar o roteiro, pra explicar o que realmente está acontecendo lá. Todos tem a ganhar com isso.

280 weeks ago @ Kotaku Brasil - Para q... - Após reclamações, D... · 4 replies · +7 points

Entendi sua crítica, mas seu exemplo foi lamentável. O problema não é a nudez, mas o estupro. A preocupação de quem viu, a princípio, foi de o jogo fazer o estupro, uma das violências mais graves que existem, ser uma coisa normal e corriqueira. Não é um conservadorismo besta.